09/10/2010

Programação teatro S. Pedro e multa do governo à Câmara

Minde é uma terra diferente.
Se por aqui temos actividades diferentes e estimulantes quase todas as semanas, se temos uma vida associativa impressionante, com cada minderico associado de 2 ou 3 colectividades e com estas cada vez mais com sinais de vitalidade, em Alcanena temos o caso inverso, sendo necessário a Câmara de Alcanena colocar-se como a catalisadora dos eventos culturais da terra.
Vem isto a propósito do contrato celebrado no início deste ano pela Câmara. Para minha surpresa e não obstante os apelos de falta de dinheiro que vêm da Câmara, esta não hesitou em pagar € 37.000,00 à empresa “Cultideias, Lda.”, sem concurso público.
E para quê? Para esta empresa preparar a programação cultural de 2010 do teatro S. Pedro…
Ainda gostava que me explicassem para que é que servem os serviços camarários de apoio à cultura da Câmara. O Vítor Costa, etc..
Não há fome que não dê em fartura… Isto é de bradar aos céus…
Actualização: foi-nos pedido que fosse procurada informação acerca deste contrato no site www.cultrede.com. Ele aqui fica para análise, assim como a publicação do contrato: ver.

Como já é público, devido ao descontrolo despesista dos últimos anos na Câmara de Alcanena, o governo castigou-a por excesso de dívidas. Esse castigo reflecte-se numa redução de 10% das transferências do Fundo de Equilíbrio Financeiro, valor que ronda os € 2.165.000,00 anuais. A Dra. Asseiceira, notificada para se vir pronunciar e defender, manteve-se em silêncio, nada tendo dito para tentar evitar ou mitigar esta pesadíssima multa. Isto é de uma irresponsabilidade e negligência gravíssimas!
Palavras para quê?

18 comentários:

Anónimo disse...

incrível...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Só para completar a informação, este valor que o governo vai reter, representa 60% do valor anual ara salarios( sem suplementos), depois tem mais a divida à EDp( +/-300 000 euros), que FAsseiceira tb não pagou nestes 12 meses de mandato, depois tem 600 000euros à Adse que Asseiceira tb não pagou nestes 12 meses de mandato, depois tem as despesas de pessoal mais elevadas que os anteriores merceiros, prestações de serviços superiores, enfim...esta câmara esta na banca rota...o pior é que em 12 meses asseiceira não conseguiu faze melhor que os merceiros icas, batendo estes tb nos custos com assessores...mau demais

Anónimo disse...

é só gatunos e venha o pcp ou be,vamos exprimentar outros animais.

Anónimo disse...

Acho gravíssimo a Asseiceira não se ter defendido e explicado alguma coisa para, ao menos, ter uma atenuante.

Isto é de uma irresponsabilidade enorme. Deveria ser responsabilizada.

Anónimo disse...

Contas do 1ºSemestre de 2010, piores que o pior semestre ICA em 8 anos.
Que justificação será dada?

Anónimo disse...

porque é que o J.J. não se deixa destas merdas ? será que já recebeu os vinte mil que pediu á camara?

Anónimo disse...

É para ele, joão josé ir investir mais em Natal e Fortaleza no Brasil?

Anónimo disse...

santa ignorancia estes 2 ultimos comentarios. nem o que esta a vista querem ver, perdoa lhes jj nao sabem o que dizem.

Anónimo disse...

Mais um aumento do IMI em alcanena. E o IRS que cabe á câmara igual.

Tudo para pagar os assessores, os vereadores a tempo inteiro, as festas, os jantares da malta, festivais, as mordomias da Sra Presidente, as feiras e as geminações... Isto tem de acabar!!!!!

Anónimo disse...

Blog do Covão:"Câmara contrata mais 32 funcionários", escandaleira do cara...ninguém faz nada?è um fartar vilanagem!cambada!

Anónimo disse...

Pois é. E para a Minde Cultural não há verbas nem vontade de a Camara ser parceira. Apenas "promessas" de ajudar. Como se ainda alguem acredite nesta senhora. Mas é bom que a Maria Alzira e Ana Maria Capaz lhe continuem a lamber as botas e a enganar os Mindricos.

Anónimo disse...

O que é que é isso do Minde Cultural ?

Anónimo disse...

Infelizmente as ideias neo-liberais tentam esvaziar a função do Estado, criando a ideia da eficácia do "outsourcing". O Estado tem todos os técnicos, especialistas e funcionários para as suas diferentes responsabilidades. O que o estraga são políticos incompetentes. Este caso é mais um exemplo do saque que estas ideias fazem ao erário público.

pensar minde disse...

Foi eliminado um comentário deste post por não cumprir com as regras básicas de civismo - bastante alargadas, diga-se - que temos neste blog.

Anónimo disse...

ó cromo ou croma publica tudo ou então ficas a escrever sozinho,ou tens algum problema já te disse mas tu és teimoso.

Polge do ninhou disse...

Aqui publica-se tudo. Mas não se publicam comentários difamatórios anónimos.

Anónimo disse...

tens que deixar desabafar as pessoas,ou estás armado em jet set deves ter a mania que és dr.