30/01/2007

Junta de Minde embargada

Notícia de última hora:
Alguém explica porque é que a nossa JUNTA DE FREGUESIA acordou hoje toda atravancada, com panos e ferros a impedirem a entrada?

Ao que parece, durante a noite estes utensílios foram transferidos da 'obra da vergonha' na praça do Estaminé, para umas acomodações mais distintas: a porta da Junta.

Senhores Presidentes da Junta e da Câmara, o povo é sereno, mas já vai sendo altura de resolverem a vergonha que é o embargo da obra. Ninguém vos vai pedir que decidam pelo Tribunal ou que dêem razão a alguma das partes.
Mas será muito pedir que desimpeçam a via enquanto a questão não se decide? Será muito pedir-lhes que exerçam o mandato para que foram eleitos, sem com isso violar qualquer ordem judicial ou ferir susceptibilidades?
Polge do Ninhou
.
Actualização: Para mais informação e fotos, consulte: http://www.minderico.com/minderico/artigo.asp?cod_artigo=178037
Ao que parece, todo o imbróglio tem de ser imputado ao Tribunal de Alcanena e não à Câmara, que já lhe pediu esclarecimentos acerca disto. Sr. Presidente, parece-me que os Tribunais têm prazos para se pronunciarem. E, nestas matérias, o interesse público sobrepõe-se e pode ser invocado. (Pensar Minde)

14 comentários:

Anónimo disse...

Já meteste água !!!!

Anónimo disse...

brutal!!
O povo revolta-se contra o imobilismo das autoridades.

Vivas e hurras para os camaradas que resolverem passear de madrugada. estão todos de parabens.

Sr. fresco, proteja a sua população.
Não há necessidade de estar a fazer queixas na Gnr. Isto foi só uma manifestação espontãnea de desocntentamento, sem causar males e transtornos a ninguém.

zé beto

Anónimo disse...

Pensar Minde foi rápido como a própria sombra a emendar a notícia;-)

pensar minde disse...

Ufa, pois é! Lol.
Isto não é fácil estar sempre em cima do acontecimento.

Isto o que temos de fazer é caminhar para uma estrutura tipo “big brother” em Minde, com webcams espalhados por pontos estratégicos de Minde (praças, cafés, etc.), ligadas a um site, para se poder bisbilhotar à vontade e para se ter acesso às notícias em tempo real...

E mais, webcams ligados às reuniões da câmara e da junta de freguesia, bem como às assembleias. Isso é que era, política em directo, tipo "canal parlamento" minderico.

ps: estou a brincar, mas filmar e gravar as reuniões e assembleias de freguesia e câmara é uma ideia plausível e para a qual as instituições e estes órgãos vão, com o progresso tecnológico e das mentalidades, com a necessidade de dar mais clareza a transparência às decisões políticas, e com a necessidade de aumentar a taxa de eficácia da “democracia directa”, avançar de certeza a médio-prazo.

Anónimo disse...

Concordo. Por exemplo, colocar uma webcam no carro do João José para sabermos quantas vezes ele vai ao Porto por semana. E um sensor no telemovel camarário para detectar as chamadas telefónicas haha

pm disse...

Isso de imputar as responsabilidades ao tribunal é uma grande desculpa. Se há alguém responsável por toda esta trapalhada são os chefões da CMA e a cobertura ilegal que deram a todo este processo. Talvez um dia a verdade venha ao cimo, e aí...

Anónimo disse...

Aos olhos de Minde o culpado do imbróglio é o teu pai , Manuel Mivaelo. Sabias?

pm disse...

Caro Anónimo :
Porquê ?
O meu pai tem alguma coisa a ver com este assunto e com os referidos andaimes?
Tem assim tanto poder em Minde para embargar obras?
O meu pai é apenas um cidadão comum, respeitador da lei, pagador dos seus impostos e que pugna pelos seus direitos.
Em vez de mandar "bocas à tôa", informe-se primeiro antes de disparar.
Já agora, tenha a coragem e a dignidade de se identificar antes de referenciar o nome de outras pessoas.
Pedro Micaelo

Anónimo disse...

Pois, mas quem paga a má fama da coisa é ele. Dizem que está a ser um chato e que não tinha nada que defender os seus direitos. Anda a chatear poor causa de uma serventiazeca.

tenório disse...

É preciso ter lata.
E só sob a capa do anonimato é que se fazem intervenções destas, para não estarem sujeitas a um contraditório cara a cara.

Então, uma pessoa que legitimamente pugna pelos seus direitos é que está mal? Uma pessoa que alerta as autoridades para uma situação, tenta por todos os meios que estas se pronunciem, ao ver os seus direitos e direitos públicos serem violados, é que está mal? Uma pessoa que vê a autoridades fecharem os olhos a uma clara violação das leis em vigor, mesmo depois de continuamente avisadas, é que está mal?

Então, para V. Exa., caro anónimo, quem está bem é o chico-esperto que começou a construir a obra, combinado e com a conivência envergonhada e ilegal dos poderes autárquicos? Quem está bem são aqueles que violam as leis, mesmo que essas violações não tenham grande impacto em nada?

Para V. Exa., certamente grande iluminado da nossa praça, o que deve valer em Minde é a lei do vale tudo, não é? Quem se safa, é quem conhece A, B ou C na Câmara ou na Junta?
E os outros, pergunto eu, na minha humilde ingenuidade? Os outros, badamerda com eles!

Ganhe um bocadinho de vergonha e, em vez de vir para estes fóruns ponha-se a escrever umas cartinhas ou uns e-mails à Câmara a perguntar porque é que nunca tomaram nenhuma posição oficial em relação a isto e porque é que (ilegalmente) nunca responderam às cartas e requerimentos que vários interessados lhes dirigiram relativamente a esta matéria.

Por essas e por outras é que pessoas como o vereador João José Silva e o Presidente da Junta António Fresco puseram o rabo entre as pernas e não compareceram nos debates nas eleições.

Anónimo disse...

Perceberam mal. Quem tem toda a razao é o pai do Pedro Micaelo. Só alertei que a voz corrente diz o contrario.
Quanto ao anonimato ainda bem que chama a atençao. Tenorio é um mindrico que toda a gente sabe quem é.
Vá dar uma curva , seu impostor.

Anónimo disse...

ihhhhhhhhh o circo pegou fogo... só venho a esta blog para me rir. ahahahahahahahahahahahahahahahahaha que falta de nível cruzes!

Anónimo disse...

Se a voz corrente diz isso, é porque está mal informada, é burrinha ou é uma voz corrente muito pequenina e com más intenções.
O presidente da junta é que deveria vir explicar-se e pedir explicações ao presidente da câmara. Afinal, quem é que ele serve e defende, a população de minde ou o azevedo?!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

O presidente da junta defende Minde ? só se for por apoiar a destruição das eiras e desapoiar abertamente uma nova zona industrial e a variante a Minde.
Enquanto ele tiver como conselheiros o Candido Simoes e o Alfredo Rui na vai longe.
As reunioes secretas em casa do Alfredo Rui entre ele e estas 2 personagens que sempre lideraram a oposiçao a uma nova zona industrial nao augura nada de bom.
Alfredo Rui para autarca do seculo XX e candido simoes o maior falido de todos os industriais merecem os primeiros premios desta votaçao IMBECIL dos festeiros de Minde.