18/09/2009

Ainda o Largo das Eiras II

Na última reunião de câmara o Presidente da Câmara e os restantes vereadores ICA’s levaram finalmente a discussão a já antiga questão da ocupação do Largo das Eiras e da construção nesse espaço das sedes do CAORG e da SMM. Parece que vai haver também, finalmente, uma apresentação pública desse projecto.

Esta é que é a políticazinha baixa que caracteriza os ICA’s. Em fim de ciclo, a menos de 1 mês das eleições, resolvem, após anos e anos a enganar os mindericos e as próprias instituições CAORG e SMM, vir mostrar um esboço de projecto que sabem perfeitamente que não poderá avançar ou ser concretizado a curto prazo, não podendo também ser aprovado em fim de mandato.

Já em Julho me tinha debruçado sobre isto e antecipado este cenário, neste post.

PS: Este movimento da Câmara não colheu um apoio unânime dentro do CAORG e da SMM. Quer nas direcções das colectividades, quer em elementos ligados a essas direcções, houve muitas vozes que se levantaram contra o timing de tudo isto e quanto ao facto de estarem a ser instrumentalizados pelos ICA’s em tempos eleitorais, não passando de meros joguetes nas suas mãos. Houve inclusivamente elementos de parte a parte que se recusaram a alinhar nesta fantochada e que afirmaram, alto e bom som, que não querem ficar conotados para o futuro com esta situação.

26 comentários:

Anónimo disse...

Na ultima reunião de Camara o projecto não foi discutido, porque prevaleceu a sensatez da vereadora do PSD, que pediu o adiamento da discussão do ESTUDO PREVIO. E o mais engraçado é que toda a vereação respirou de alivio (especialmente a F.Asseiceira), e votou favoravelmente o adiamento.
Esta situação agrada especialmente aos ICAS que assim podem vir a Minde apresentar o projecto, e enganar os "papalvos", serve tambem os interesses do PS, que ao pretender agradar a todos e prometendo tudo a todos não teve que optar, porque se CAORG e SMM estão a favor da construção no local o NOVO RUMO está totalmente contra, e a F.Asseiceira tinha que dizer claramente qual das partes apoiava.

Sabemos todos que não vai haver condições economicas para edificar tal obra no proximo mandato, ganhe quem ganhar, portanto aplico aqui aquele velho aforisma popular:
á primeira todos caem, á segunda cai quem quer, e á terceira cai quem é parvo.
Por mim não quero cair mais.

wolfinho disse...

Já vi este filme à 4 anos.

À 4 anos este executivo pagou um projecto à Casa do Povo para remodelação do espaço. Custou mais de 25.000,00 € (pagos a pronto nas vésperas das eleições)

Até aqui nada de anormal.

O mais caricato foi quando a direcção meses depois já com o projecto pronto, foi apresenta-lo ao executivo com maquete e tudo.

Resposta do executivo:
Está muito bom mas não temos dinheiro para avançar com essa obra.

1º pergunta: Senão tinham dinheiro nem ideias de avançar com o projecto, porque raio é que pagaram o projecto e deixaram a direcção sonhar! Mais valia dar os euros à colectividade e com esses euritos tínhamos recuperado as paredes por dentro e dado outra dignidade à sala de espectáculos.

2ª pergunta: Não se estará a passar o mesmo filme outra vez!

3ª pergunta: Se há dinheiro para avançar com esta obra (e principalmente o CAORG precisa urgentemente), porque raio não houve para avançar com a da Casa do Povo?

INTERVALO

O filme segue dentro de 4 anos.

Anónimo disse...

A candidata à Câmara Dra. FERNANDA ASSEICEIRA parece-me que está a ser a pessoa mais sensata e razoável nesta questão.

1. Reconhece que há uma necessidade das colectividades de terem uma sede e de este assunto, em Minde, ser resolvido;

2. Não toma posição sobre o assunto sem o conhecer devidamente, sem ouvir a população, as colectividades e, claro, avaliar outros projectos alternativos que existam;

3. Assume que logo que estas condições estejam preenchidas, tomará uma decisão, devidamente fundamentada e informada; e essa decisão será clara e transparente e tomada com base em critérios políticos (necessidade da obra, implantação da obra no meio físico e social, prioridade da obra face à freguesia, etc.) e económicos (possibilidade real da obra ser executada, recorrendo parcialmente a fundos externos à autarquia).

Foi uma posição de princípio assumida, em inúmeras reuniões, jantares e sessões de esclarecimento onde o assunto foi abordado. E tomada em consonância com membros do CAORG, da Banda, da CPM e do NOVO RUMO.

Tudo o mais que se possa dizer sobre isto é enganar o povo e fazer a figura dos Ica's. E não vale a pena virem para aqui os sequazes da Dra. Ana Cláudia mentir, como de costume, porque aqui nem há volta a dar…

Anónimo disse...

Convem lembrar á Drª. F. Asseiceira, que a Drª Ana Claudia tem muitos sequazes em Minde, e que não vão gostar de ser chamados de mentirosos.

É que há várias formas de mentir como ela muito bem sabe. Uma delas é a de "enrrolar" e omitir como é exemplo o ponto 3 do comentário do pseudo anonimo anterior.

Anónimo disse...

Vou já falar com a Ministra para fazer queixa dos mentirosos seguidores da Ana Claudia.

Anónimo disse...

O anónimo que se elogia a si próprio (à Dr.ª Fernanda Asseiceira) devia ter a coragem de assinar por baixo!

Assim se vê a categoria dos políticos que sonham chegar à Câmara Municipal...

Nõa têm coragem de assinar o que dizem ou dizer o que pensam!

SHAME ON YOU...

Anónimo disse...

O wolfinho tem toda a razão.
Quando se trata de obras para Minde,há sempre montes de dificuldades, e tem que ser respeitado aquele ponto 3 do anonimo (F.Asseiceira). Quando se trata de obras em Alcanena não é preciso nada disso. Querem exemplos ?

Gimnodesportivo de Minde /Multiusos e pavilhões em Alcanena, Casa do Povo de Minde/ Cine Teatro S.Pedro, Novo Agrupamento Escolar de Alcanena/ Remendos em Minde/ Museus á duzia em Alcanena/Museu R.Gameiro em Minde, e muito mais haveria a acrescentar. Portanto o PS não é diferente em gestão autarquica dos ICAS, ou não fossem eles socialistas zangados com o Partido.

Portanto Drª F. Asseiceira,não nos adormeça, que essa conversa para os Mindricos jà tem dezenas de anos.

Desculpe Srª Drª mas já lhe ouvi este discurso numa reunião, e só posso deduzir que aquele comentário anonimo só pode ser seu, pois o Pires não seria capaz de fazer aquilo. Não tem capacidade para secrever daquela forma.

Anónimo disse...

Então portanto vocês querem é ser engrupidos e ser adormecidos por projectos de obras que nunca vão sair do papel porque não há pilim para as fazer...?!

Sinceramente, não vos percebo! Uma obra destas nunca avançará com fundos externos à autarquia. Quem disser o contrário é mentiroso.

O wolfinho é realista.
Sabe que este filme já o viu várias vezes. Ahh e tal, mostrem lá o projecto e mandemos para aqui uns orçamentos e umas candidaturas que tal, que pode ser que um dia coisa e tal chova qualquer coisa...

Isso não é maneira de trabalhar e de prometer coisas às pessoas.

Acho eu. Mas posso estar errado...

anónimo anterior disse...

o que queria dizer é que "uma obra destas nunca avançará SEM fundos externos à autarquia"

Anónimo disse...

O visitante 4,000 diz.

Quero clareza, quero justiça na aplicação dos dinheiros publicos, nas diversas fregusias do concelho, quero prioridades nessas aplicações, e não ao esbanjamento, e acima de tudo que não me metam o dedo no tal sitio, que aí só o médico da prostata. E vi nos ultimos anos, e ouvi a antigos autarcas o tratamento que o PS de outrora e i Ica actual deram sempre a Minde.

Não quero ser (engrupido ?) quero gente séria é frente do Municipio, e não quero ouvir pseudo-intelectuais que têm opinião sobre tudo mas pratica de nada.

Alphonse disse...

Ó visitante 4000.

Gente séria à frente do concelho queremos todos. Até prova em contrário, sérios são eles todos... Mas ao menos alguns deles trabalham no concelho e em prol do concelho há muitos anos. Não são como uns e outros que só agora o descobriram...

ahh pois é...

Anónimo disse...

Mais um ICA a queixar-se.

vmcs disse...

Venho informar que continuo rigorosamente sem tocar em cigarros.

A coisa vai.

Convido os fumadores a juntarem-se à minha tentativa para deixar de fumar definitivamente.

Vítor

Anónimo disse...

Voces em minde ainda veem um pavilhao gimnodesportivo, um museu, requalificação de Minde, tem saneamento basico falam em obras de milhoes de obras ou seja tudo normal e querem mais então e o Covão? não há nada cá para cima com 25% do pessoal da freguesia, tanto ou mais empregados que em Minde e nada de nada é triste só fazer parte da freguesia quando vos interessa

Anónimo disse...

o pavilhão gimnodesportivo serve também o covão.

ou acha que existindo um pavilhão daqueles em Minde se justificaria um no Covão?

o museu idem.

A única coisa de que o Covão se pode queixar é o saneamento básico.

Anónimo disse...

Caro anonimo,
ha sensivelmente 3 anos o covão tinha uma equipa de futsal e teve que ir treinar todas as semanas 2 vezes por semana para Alcanena porque não havia possibilidade de o Covão lá treinar isto responde ao pedido legitimo do Covão

Anónimo disse...

quer um pavilhão por causa de uma equipa de futsal?!!
então não poderia treinar em Minde, ou no Vale alto?

Dar à disse...

Palavras leva-as o vento! Obra feita... só em véspera de eleições pois então!!!
Ainda ontem à tarde passei ali nos Casais Robustos e lá estava toda a classe política reunida para a inauguração de uma obra que está a decorrer há mais de um ano! É verdade. A obra não está totalmente pronta, mas como o tempo urge... pôs-se lá a Santa e vamos cortar a fita.

Em Minde, Covão, Vale Alto é o mesmo. Obra feita durante a legislatura só mesmo em Alcanena. O resto é paisagem e apanha as migalhas em vésperas de eleições.

A SMM e o CAORG podem esperar sentados, mas bem sentados para ter essa nova sede.
Se bem que o CAORG é mais do que auto-suficiente para construir sede própria e não concordo que seja a Câmara a financía-los. Os alunos pagam as suas mensalidades para alguma coisa há-de ser...

Anónimo disse...

Esta dupla sede nunca será construída porque agora o que está a dar são as triplas sedes, ou quádruplas ou quíntuplas. Esta gente anda toda doida a começar por quem se lembrou de um projecto que apareceu agora para o terreno das escolas em frente da D. Olinda.

As pessoas terão consciência do disparate que é juntar uma data de sedes num só edificio?

Anónimo disse...

Mas explique lá, fundamentando, porque é que é um disparate.

Até porque as 3 coelctividades já deram o seu acordo de princípio...

Anónimo disse...

Há muita gente que ainda não entendeu que ESTAMOS NA EUROPA - SEC. XXI

Dar à disse...

Uma questão de Bom Senso.

Anónimo disse...

treinar em minde ou no vale alto?
não podiamos treinar em minde por não haver horas livres e no Vale Alto não se consegue treinar quando o tempo esta de chuva ou humido o terreno e impraticavel agora já percebeu?

Anónimo disse...

porra, se não há horas livres marca com antecedência, ou pensas que aquilo tem de estar à disposição do freguês.

isto é mesmo uma época de prosperidade. eu passei a minha juventude sem nenhum pavilhão ou campo. Estou aqui bem criado e nunca deixei de fazer desporto. esta malta, quer um gimndesportivo de dezenas de milhares de euros em todos os bairros da freguesia.

Anónimo disse...

O pedido foi feito com um mes se antecedencia a camara municipal ok se não sabe não critique.
Enquanto a todos os bairros estamos a falar de uma terra com cerca de 800 habitantes e não de um bairro de Minde.

Anónimo disse...

ok.
n me tava a referir ao covao como bairro.
mas acha que se justifica um gimnodesportivo no covão?!!